Arquivos Mensais: agosto \21\UTC 2013

Quem Você Serve com Amor?

5 Princípios Básicos da Reforma Protestante

Sola_PM_blogQuando comparamos o estado atual da Igreja Brasileira, a didática do púlpito, o conteúdo das pregações, também a forma de pensar e agir dos crentes, não resta dúvida de que os “Cinco Solas” da Reforma devem ser reapresentados à Igreja urgentemente. Mesmo que pastores, profetas e apóstolos contemporâneos julguem princípios ultrapassados e antiquados.

A Reforma protestante foi a mão de Deus fazendo com que as trevas que cobriram por longo tempo as verdades Bíblicas fossem dissipadas. Esses cinco princípios básicos foram o instrumento de Deus, como Sua mão, regendo a obra de salvação e libertação do paganismo cristão institucionalizado. Estes princípios são:
1) Somente a Escritura
2) Somente a Graça
3) Somente a Fé
4) Somente Cristo
5) Glória somente a Deus

1 – SOLA SCRIPTURA

Nossa ÚNICA regra de fé e ensino. Somente a Bíblia é a Palavra de Deus para a Igreja hoje. A autoridade dos servos de Deus como pastores, evangelistas, mestres não deve nunca ser negada porém esta autoridade estará sempre sujeita à revelação da Bíblia. Não há costumes, tradição, revelação ou qualquer outro elemento acima da Escritura em ensinar a Igreja e o caráter e ações de Deus. Somente a Escritura é a Palavra de Deus. Deus não está calado hoje, mas a Sua voz é inconfundível na Sua revelação escrita que é a Bíblia. Toda direção e revelação atual estará subordinada à Bíblia.
“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça, para que o homem de Deus seja apto e plenamente preparado para toda boa obra.”
2 Timóteo 3:16-17

2 – SOLA GRATIA

Somos salvos unicamente pela graça de Deus, que nos regenera e produz a fé em nossos corações. Não é fruto de algo que temos em nós mesmos ou de nossas obras, mas unicamente do agir de Deus em nossas vidas, de modo que não temos mérito algum.
“Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus;não por obras, para que ninguém se glorie.”
Efésios 2:8-9

3 – SOLA FIDE

Somos justificados somente pela graça, por meio da fé, por causa de Cristo. A fé é a única condição para que sejamos salvos, e ela mesma nos é concedida pelo próprio Deus. Pela fé recebemos a justiça de Cristo e somos reconciliados com Deus.
“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”
João 3:16

4 – SOLUS CHRISTUS

Só há salvação em Jesus Cristo, e não há nenhum outro meio pelo qual o homem pode ser salvo. A sua obra é suficiente e definitiva para a salvação do homem. Cristo deve ser o centro e objetivo da vida cristã, o objeto da nossa esperança e satisfação. A própria Bíblia deve ser lida pela perspectiva de Cristo, ele é o tema central do Antigo e do Novo Testamento.
“E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.”
Atos 4:12

5 – SOLI DEO GLORIA

O propósito do homem é glorificar a Deus com sua vida, de modo que tudo o que fazemos deve glorificar a Deus. Essa é a função da Igreja, refletir a glória de Deus em um mundo caído, através de suas ações, ensinos e postura diante das pessoas. O evangelho não é centrado no homem, mas em Deus.
“Porque dele e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.”
Romanos 11:36

Infelizmente, o movimento evangélico atual de forma geral tem se afastado cada vez mais desses princípios. A Bíblia tem sido trocada pela autoridade de “apóstolos” e “profetas” que oferecem uma espiritualidade baseada em frases de efeito e músicas de sucesso, mas não na Palavra. O homem muitas vezes se torna o centro, negando a centralidade de Cristo e a suficiência do seu sacrifício, enfatizando apenas as bênçãos e o que Deus pode fazer para agradar o homem. Mas ainda existem as igrejas sérias, onde os princípios bíblicos ainda são mantidos. Precisamos orar e trabalhar para que a igreja brasileira se volte para esses valores, e para isso, é importante conhecer a nossa história e aquilo em que cremos como protestantes.
Recomendamos também a leitura desse e-book do Voltemos ao Evangelho: http://voltemosaoevangelho.com/blog/2010/11/5-solas-e-book-completo-bonus-especial/#axzz2AMoPVz7Q

Sua Igreja Reflete a Santidade de Deus?

COCEBE – Inauguração

Placa da Cocebe 8 (1)Neste domingo será o culto de inauguração do salão da Comunidade Cristã Evangélica do Jardim Belém, como temos divulgado já a algum tempo. Mas o que não havíamos definido ainda era o horário em que nos reuniríamos para esta ocasião e por isso esta postagem serve para nos fazer lembrar desta data e divulgar o horário.

Será neste Domingo (25/08/2013) à partir das 10:00 horas na rua Raimundo Cândido da Silva, 65 no Jardim Belém / Suzano (Há um mapa neste página na coluna da direita). Você é nosso convidado e toda sua família.

Apesar de ser uma igreja sem recursos financeiros, Deus nos conduziu e hoje vemos a Sua mão agindo milagrosa e poderosamente em nossa comunidade por podermos comemorar esta data.

Faça parte deste projeto de Deus para o bairro do Belém e cidade de Suzano. Esteja conosco nesta data.

Esperamos por você.

Comunidade Cristã Evangélica do Jardim Belém… Onde a Bíblia, a Palavra de Deus, vale mais do que tudo.

Malaquias 2.17 a 3.6 – Vale a Pena Ser Justo Mesmo Que os Ímpios Prosperem

Ontem tivemos mais um trecho de Malaquias pregado e realmente a mensagem do profeta fala muito com a Igreja hoje.

O trecho de 2.17 a 3.6 trata da dúvida do povo em relação à justiça de Deus. O povo de Judá pensava que Deus contribuía para o crescimento e prosperidade dos ímpios a sua volta enquanto que o seu povo, que deveria obedecer e guardar a lei de Deus era empobrecido por isso.

O povo chegou a dizer que “Qualquer que faz o mal passa por bom aos olhos do SENHOR”  e ainda mais; o povo raciocinou que “É desses que Ele se agrada” (2.17).

O povo não via diferença materialmente falando entre os que servem e os que não servem a Deus e a situação deles mostrava que o povo justo Deus fazia que fosse miserável e quanto às nações ímpias, Deus derramava poder e riquezas.

Até que o SENHOR diz que faria a purificação. E diz mais, esta purificação começaria pelo seu próprio povo para que então pudesse entrar em juízo depois com todos.

Cristo é o Mensageiro da Aliança e através de Sua obra e Seu sacrifício purificou e permanece purificando o Seu povo. Essa profecia está explicada por exemplo em Lucas 7.24 a 28. Em 3.1 está muito claro no N.T. que o mensageiro e o Mensageiro da Aliança são João Batista e Jesus.

Então o verso 3 diz que depois disso, da purificação, então a oferta de Judá seria agradável a Deus, isto é, o culto ao SENHOR só será aceito por Deus quando o ofertante e adorador for purificado pelo sangue de Jesus.

O SENHOR termina Sua resposta ao povo nesta seção da mensagem de Malaquias dizendo que haverá um dia em que Ele será uma testemunha veloz contra adúlteros, feiticeiros, mentirosos e desonestos e os que não temem ao SENHOR.

O povo queixoso permanecia de pé ainda, mesmo na situação em que estava, porque a misericórdia do SENHOR não passa. Deus responde dizendo mais ou menos ao povo “vocês estão se queixando pelo fato de eu não punir ao ímpio? Mas se eu fizer o que vocês estão sugerindo vocês seriam os primeiros a serem consumidos!”

O SENHOR estava sendo muitíssimo mais gracioso com Judá do que poderiam imaginar. Seu procedimento merecia destruição total, mas eles estavam novamente de volta à sua terra, e ainda negligenciando o culto ao SENHOR.

“Porque Eu, o SENHOR, não mudo; por isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos” (Malaquias 3.6)

COCEBE – Mudança de Salão

2013-08-07 Sem a PlacaOntem (07/08/2013) foi removida a antiga placa que estava em nosso salão “ainda” atual, e finalmente começamos nossa mudança para o novo prédio.

Ainda este sábado pretendemos realizar nosso primeiro culto ao SENHOR com um estudo bíblico.

O Pb. Alexandre removeu a placa que será substituída pelo modelo na imagem no final desta postagem com um sentimento de alegria e esperança.

Isto é certamente um marco para a nossa comunidade pois já a alguns meses mudamos de nome e iniciamos uma nova fase na prática; agora os detalhes que evidenciam esta mudança já vivida na prática estão ocorrendo. O Senhor tem nos levado a uma mudança radical em todos os sentidos em nossa comunidade e a última etapa dessa nova fase é a nossa mudança que já começou.

Você é nosso convidado para estar conosco aprendendo a Palavra de Deus e louvando ao SENHOR que nos criou e nos regenerou pelo sangue de Seu Filho.

Lembrem-se: Inauguração dia 25/08/3013. Estejam conosco, você é nosso convidado.

Placa da Cocebe 8 (1)