Vinde a Mim… e Eu Vos Aliviarei.

Cansado_Troca_-o_teu_fardo_em_CristoEntendemos e repetimos muitas vezes o convite feito por Jesus aos cansados e oprimidos, porém os versos que antecedem  este convite geralmente não são levados em consideração.

Você saberia dizer o que exatamente Jesus diz antes de fazer o convite de ir à Ele para ser aliviado? Pois bem, saber o que diz o convite é importante sem dúvida, mas saber quem é que faz o convite faz toda a diferença! Jesus diz quem Ele é para depois então fazer este maravilhoso convite que certamente você já deve ter ouvido e mesmo conhece de cor.

“Naquele tempo, respondendo Jesus, disse: Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, que ocultaste estas coisas aos sábios e entendidos, e as revelaste aos pequeninos. Sim, ó Pai, porque assim te aprouve.
Todas as coisas me foram entregues por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai; e ninguém conhece o Pai, senão o Filho, e aquele a quem o Filho o quiser revelar.
Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.
Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” (Mt 11.25 a 30)

Aquele que faz o convite é aquele que declara ter recebido todas as coisas do Pai. Jesus diz ainda que ninguém conhece o Pai senão o Filho! Maravilhosa revelação para nós que ainda procuramos outros meios mais complexos ou sacrificantes para que possamos chegar ou conhecer ao Pai!
“Ninguém conhece o Pai senão o Filho…”, e quando Jesus diz ninguém, isso inclui Seus irmãos! Seus primos… isso inclui a mãe de Jesus Maria. Podemos conhecer a Deus. Aliás todo o Evangelho é um convite a conhecermos o Pai. Essa revelação porém está sujeita ao Filho. Se Paulo conhecia ao Pai é porque o Filho lhe revelou! Se Pedro O conhecia, é porque o Filho lhe revelou; se a Igreja conhece é porque o Filho revelou à ela o Pai! Nossa suficiência está total e completamente sujeita ao que Jesus Cristo, o Filho nos revela.

Jesus diz possuir todas as coisas e isto certamente não exclui a nós mesmos dessa possessão! Não temos outro a quem recorrer senão ao que tornou-Se possuidor de todas as coisas e é este aquele quem faz o maravilhosos convite.

Jesus declara de Si mesmo como sendo o dono de todas as coisas e possuidor de todas as situações, porque retemos então algo e recusamos colocar sobre Ele todo o nosso fardo? Aliás… Jesus ao dizer que nos aliviará não nos convida a entregar à Ele o “nosso” fardo. Nele aprendemos que todas as coisas foram entregues à Ele de modo que o fardo que carregamos também pertence à Ele. Necessário se faz porém irmos à Ele para sermos aliviados.

“Todas as coisas me foram entregues por Meu Pai” declara Jesus! O Pai entregou todas as coisas a Jesus! Não deveríamos fazer exatamente o mesmo? A nossa segurança consiste nisso, em que pertencemos à Ele, e se isso for levado a sério e colocado em prática na vida a nossa própria vida, com seus sucessos e derrotas, prazeres e desventuras passam agora a ter haver com Jesus. TUDO É DELE!

Ele é aquele que possui, recebeu TODAS as coisas do Pai, por isso mesmo Ele chama a TODOS os que estão cansados.

O convite de Jesus (se me permitem expressar desta forma) é um convite a “barganhar” com Ele. Claramente Jesus está a propor uma troca! Ele garante  aos SOBRECARREGADOS: “vos aliviarei”. Em seguida aconselha: “tomai sobre vós o meu jugo”. Ele convida a entregarmos à Ele a “nossa” carga, e a tomar sobre nós a carga dele, Seu jugo.

Nessa “barganha”, nessa troca, a posição de Jesus como completa e totalmente limpo e digno diante do Pai (Jesus declarou que ninguém O conhece senão Ele) é trocada com a posição completa e totalmente imundo, perdido e condenado do pecador diante de um Deus Santo e Limpo. Jesus está propondo uma troca de posições entre o pecador e Ele mesmo diante de Deus!

Isso é possível e certo pois o rabino do século I chamado Yeshua benYossef, é muito mais que mero mestre (ainda que seja o mestre dos mestres); é possível e certo pois quem faz tal convite à troca é alguém que recebeu todas as coisas do Pai (Ele é Deus) e é alguém que conhece o Pai exclusivamente! “Ninguém conhece o Pai senão o Filho”.

Que amoroso convite e que certeza de suficiência naquele que fez tal convite. Seu nome é Jesus, um nome comum para a época e lugar em que se manifestou em Carne. Ele era carpinteiro e filho de um carpinteiro, mas declara de si mesmo antes de fazer tal convite que Ele é muito mais do que um carpinteiro! Ele é aquele que faz tudo o que o Pai faz… Ele é Deus, o nosso Deus! Eterno, antes de todas as coisas e Poderoso para tomar sobre Si o “nosso” fardo!

Por: Alexandre Ramos – Pb. da COCEBE

Anúncios

Faça seu Comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s